Conversor WCUV–4A



O conversor WCUV-4A tem a função de converter os canais de UHF (alta freqüência - 470 a 770 Mhz) em um canal de VHF ( baixa freqüência - 55 a 300 Mhz). A entrada é ágil cobrindo o canal 14 até o canal 69 de UHF. A saída é fixa indo do canal 2 ao 13 e abrangendo os canais de letra A5 até I. Ao fazer o pedido, especificar o canal de saída e entrada para evitar conversões proibidas e garantir um calibração perfeita. Numa mesma unidade de rack podemos ter até 4 conversores. Aconselhamos que se utilize um filtro de UHF na entrada e um de VHF na saída para o acoplamento na distribuição existente.

Por que converter?

Em sistemas coletivos a perda em cabo é proporcional ao quadrado de freqüência do canal, assim um canal de UHF é muito difícil de ser distribuído, dependendo do número de andares, das tomadas usadas, da qualidade do cabo, a distribuição se torna impossível.

Como funciona um conversor WCUV - 4A?

O conversor WCUV - 4A através de um oscilador controlado a PLL converte um canal de UHF em VHF. O diagrama simplificado é o seguinte:


Por que existem canais onde a conversão é proibida? 

Vejamos o que acontece se tentarmos converter um canal cuja conversão é proibida.

Canal de entrada:14 de UHF-freq. de vídeo = 471,25Mhz          

Canal de saída:M(26 de cabo)-freq de vídeo= 235,35Mhz

Oscilador : 471,25 – 235,25 = 236 Mhz                    

Neste caso o oscilador cai em cima do canal de saída. Existem outros casos em que um harmônico do oscilador, a soma ou subtração com o canal de entrada, pode cair em cima do canal convertido, impossibilitando a conversão. Consultar sempre a tabela de conversões proibidas. 

 O que fazer se a conversão é proibida?

 Na maioria dos casos é só uma questão de saber escolher os canais que serão convertidos. Como geralmente se converte mais de um canal de UHF e o conversor tem a entrada ágil, é muito fácil trocar os canais de entrada para evitar a conversão proibida.Caso não seja possível a troca dos canais, existem outras formas de converter o canal. Uma delas é demodular o canal de entrada (gerando o sinal de áudio e vídeo) e modular novamente num canal de VHF. Veja que neste caso, geralmente, se perde o estéreo, não podemos usá-lo em canal adjacente além do custo maior.Outra opção é usar a dupla conversão, convertemos para FI e de FI para o canal. Neste caso o nível de ruído aumenta muito, pois usamos 2 conversões e o custo também sobe.

Qual o ganho e o nível de saída máximo?

O ganho varia de 25 a 35 dB. O nível de saída máximo recomendado é de 40 dBmV (100 dBmV). Caso o canal de entrada seja muito forte, use o potenciômetro do ganho para abaixar a entrada. Use sempre um medidor de campo.

Utilize sempre um filtro correspondente ao canal de saída para fazer o acoplamento na coletiva.

Como alterar o canal de entrada?

A troca só deve ser feita com o auxílio de um medidor de campo. Observar se a conversão é permitida.

No painel frontal do conversor, existem 2 botões ( função e troca ). Ao ligar o aparelho teremos a indicação P1 que se refere a placa número 1 do conversor (podemos ter até 4 conversores na mesma unidade). Ao apertar o botão "função" aparecerá na seqüência o canal de saída e apertando mais uma vez a tecla "função" aparecerá o canal de entrada da placa 1.

Se, por exemplo, quisermos alterar o canal de entrada da placa 3, ao ligar o aparelho teremos a indicação P1, apertamos a tecla ''troca'' até a posição P3 (placa 3). Apertamos agora a tecla ''função'' que nos mostrará o canal de saída (fixo, não deve ser alterado), apertamos mais uma vez a tecla ''função'' que mostrará o canal de entrada. Agora apertamos a tecla ''troca'' até o canal de entrada desejado.

Devemos mexer no potenciômetro correspondente ao filtro de UHF e verificar a posição onde obtemos o maior nível de saída de VHF no medidor de campo.

Caso esse nível passe de 40 dBmV (100 dBuV) devemos abaixar o ganho através do outro potenciômetro de ganho.



Posso converter para um canal de letra maior que 22 (canal i)?

Sim, porem devido a restrições no oscilador (não pode ser menor que 230 Mhz) a cada canal de saída o canal de entrada deve ser aumentado. Assim, para o canal de saída 23 (canal J) só podemos converter a partir do canal 15 de UHF, o canal de saída 24 (canal K) só podemos converter a partir do canal 16 de UHF e assim sucessivamente até o canal de saída 36 (canal W) que só aceita a conversão a partir do canal 28 de UHF. Lembramos que quanto maior o canal de saída, menor é o ganho.

Características técnicas




wadt@wadt.com.br